Como Lidar com os "Babados da Vida"

9 de mai de 2015


Oi amores, hoje o assunto que me traz aqui é um pouco delicado e pertence à categoria "comportamento", se você trabalha com pessoas vai entender do que eu estou falando: relacionamento. É muito difícil se relacionar, nem sempre as pessoas são o que demonstram, e você pode acabar confiando nas pessoas erradas, oferecendo sinceridade e recebendo uma rasteira, isso causa muita decepção. Mas calma, tenho dicas de como seguir em frente.


1- Baseie-se na bondade: tudo o que você for fazer, faça com boas intenções, faça com o coração aberto. O universo é justo, Deus é justo, se você oferece positividade vai receber positividade, coisas positivas acontecem na vida de pessoas positivas, e o contrário também funciona. Então, quando surgir uma oportunidade que esteja ao seu alcance, escolha fazer o bem, ajude o próximo, plante amor.

2- Não confie nas pessoas: infelizmente existe gente oportunista no mundo, que está na espreita, só esperando uma informação privilegiada para passar à sua frente, roubar os seus sonhos e tentar virar o mundo contra você. Uma pessoa muito sábia me disse uma vez que é preferível desconfiar das pessoas e se surpreender com alguma eventual bondade do que esperar sempre o bem de todos e se decepcionar (valeu Gi ). Então, fique esperta!

3- Não conte seus projetos: não espalhe sonhos não concretizados, ou que estão em andamento. Algumas pessoas são providas de energia negativa, e podem simplesmente atrair má sorte para sua empreitada, ou coisa pior como tentar te boicotar. Olho vivo.

4- Afaste-se de pessoas negativas e que não querem o seu bem: arranque da sua vida sem dó nem piedade todo mundo que faz mal para você, que tenta te prejudicar, que você percebe que não torce pelo seu sucesso. O melhor a fazer é limitar o acesso dessas pessoas às suas coisas, quanto menos elas souberem da sua alegria menos elas vão poder atentar contra ela. Bloqueie das redes sociais (facebook, instagram, twitter, tumblr, pinterest, sei lá, tudo), exclua o contato da agenda, não conviva (e não busque saber mais nada sobre, isto é, não "fuce"). Claro, tem casos em que é impossível se livrar, então indico que você limite o máximo que der e ore bastante, ore por proteção, dar uma olhada no Salmo 91 todos os dias ao se levantar pode ser interessante se você é mais ligada em religião.

5- Perceba que não vale à pena alimentar picuinhas: isso só vai te colocar num ciclo de maldade e intrigas, na hora da raiva a gente acaba falando coisas horríveis e podemos ofender e sermos ofendidas, então primeiro esfrie a cabeça, depois tente ser sincera, se necessário ou se for inevitável o conflito diga diretamente à pessoa o que ela está fazendo e que está te incomodando, claro, com educação, se houver sensatez ou se a pessoa não for de todo mal ela vai entender e se afastar, te deixar em paz, seguir a vida, praticar o tal do "move on".

Meu último conselho: faça aquilo que te faz bem, mantenha-se do lado do bem, às vezes você vai ter que renunciar à algumas coisinhas para evitar falatório, prefira, vale à pena, o seu bem-estar vem sempre em primeiro lugar, priorize isso e dê a volta por cima. Espero que as dicas tenham sido úteis para você se livrar de algum "hater", "stalker" ou afins, eles podem brotar de onde você menos espera.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Made With Love By The Dutch Lady Designs