Entendendo Perfumes - Parte 2

12 de fev de 2015


Oi meninas, hoje voltei com a Parte 2 sobre perfumaria, vamos falar das famílias olfativas básicas. Acompanhem comigo:


1 - Cítricos: são extraídos de frutas cítricas (limão, laranja, tangerina, bergamota, etc). Costumam ser refrescantes e suaves, indicados para climas quentes, não costumam ter alta durabilidade na pele. Particularmente, não são os meus favoritos.



2 - Florais: todo mundo conhece os florais, são os mais populares, tem como ingredientes principais, obviamente, flores como jasmin, rosa, lírio, etc. A maior parte das fragrâncias femininas tendem para essa família olfativa, eu adoro. 


3- Frutais: também muito populares, costumam ser associados aos florais, possuem geralmente uma base adocicada como o pêssego, a lichia e a cereja, além de morango, framboesa, amora, dentre outros. É uma categoria esmagadoramente feminina, mas há homens que gostam.


4- Frescos: apresentam-se com um aroma que lembra folhas verdes sendo cortadas, são fragrâncias revigorantes.



5- Orientais: são os perfumes mais sensuais da lista, costumam ser bem fortes e marcantes. Suas notas são mais aveludadas e quentes, remetem ao âmbar e à baunilha. Procurados muito pelo público feminino, sua fragrância costuma durar na pele. Dentro deste grupo existem as Gourmands, que tem características mais adocicadas (marshmallow, chocolate, mel), dá até vontade de comer.


   

6- Amadeirados: uma família que lembra cheiro de lareira, são perfumes mais secos (pinho e sândalo), comumente associado ao âmbar. Alguns ainda tentam reproduzir o cheiro do couro através das notas amadeiradas hipersecas, à partir do tabaco, por exemplo (que são os masculinos, predominantemente). Se misturar o amadeirado ao musgo ou carvalho, resulta no chipre (uma das minhas categorias favoritas), que são super sofisticados e femininos. Esta família olfativa é incrível. 


Em breve mais conhecimentos, fiquem de olho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Made With Love By The Dutch Lady Designs